ABA realiza assembleia e eleição de nova diretoria durante o CBA

No dia 22 de novembro de 2023, durante o 12º Congresso Brasileiro de Agroecologia, no Rio de Janeiro (RJ), aconteceu a eleição da nova Diretoria da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA-Agroecologia), para o interstício 2024-2025.

Conforme o estatuto da Associação, as eleições ocorrem em assembleia durante o evento. Cabe destacar que a nova diretoria, considerando diversos critérios de diversidade e qualificações, é formada por professoras e professores, pesquisadoras e pesquisadores, ativistas e integrantes de movimentos sociais das diversas regiões do Brasil que aceitaram o desafio de coordenar as ações dessa enorme organização em prol da Agroecologia.

Presidente eleito fala sobre desafios e perspectivas para o próximo interstício

José Nunes da Silva, novo presidente da ABA-Agroecologia, comenta que entre as perspectivas de trabalho da nova diretoria, estão construir um projeto institucional forte, que garanta o bom funcionamento da ABA e suas ações; fortalecer as ações regionais e dos Grupos de Trabalho, em diálogo com a Revista Brasileira de Agroecologia (RBA); e realizar diferentes ações para celebrar o histórico da Associação, que no ano de 2024 vai comemorar 20 anos de contribuições para a construção do conhecimento agroecológico no Brasil.

“A ABA, assim como outras associações científicas, passa por um momento de necessidade de fortalecimento e consolidação. A gente passou um período no Brasil de muita negação da ciência, um negacionismo científico que desrespeita a ciência como um saber que pode auxiliar nas transformações da sociedade. Sendo assim, vamos seguir na busca por parcerias importantes para o fortalecimento da construção do conhecimento agroecológico“, detalha.

Ao longo desses 20 anos, a ABA-Agroecologia vem firmando parcerias com diferentes instituições e redes, como Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), além de organizações governamentais e não-governamentais, movimentos sociais, entre outros atores brasileiros e estrangeiros.

“As parcerias são importantes e devem continuar. Vamos trabalhar em conjunto por um grande projeto de sistematização desse conhecimento agroecológico acumulado pela ABA nesses 20 anos”, diz o novo presidente. 

Sobre o futuro, José Nunes espera que “no final dessa gestão 2024-2025, a ABA esteja ainda mais fortalecida, em amplo diálogo com a sociedade, contribuindo significativamente para a agroecologia estar na boca do povo”.

Para que isso aconteça, há planos de fortalecer a relevância da RBA, bem como as parcerias institucionais, em diálogo constante com Núcleos de Estudos em Agroecologia e programas de pós-graduação em agroecologia, que crescem consideravelmente  no Brasil.

Presidenta da ABA-Agroecologia continua atuando na Associação

A presidenta da ABA-Agroecologia, Fernanda Savicki, que encerra seu mandato em 31/12/2023, comenta sobre as realizações da última gestão: “a pandemia nos impediu de encontros presenciais, contudo foi uma boa oportunidade de colocar a casa em ordem. Como somos fruto de uma gestão basicamente continuada desde 2020, trabalhamos na reorganização dos fluxos e contratos de serviços e, principalmente, nos nossos canais de trocas com os/as associados/as.”

Em 2022, foram realizadas contratações para otimizar os sistemas de inscrições, envio de trabalhos e certificação do 12º CBA.

Outra ação que teve envolvimento da diretoria foi a consolidação da parceria com o Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural da Universidade de Brasília (UnB), para a gestão da RBA.

“A RBA está ganhando cada vez mais visibilidade com a entrada em algumas bases de acesso importantes, o que exigiu maior capacidade de gestão. Então, a partir de um termo de referência de contratação de serviços, que previu serviços de gestão e formação do coletivo de editoras/es chefas/es da revista, a revista deu um salto de qualidade”, conta.

Sobre a sua saída do cargo de presidenta, Fernanda conta que está se despedindo, mas que não vai muito longe, e que prepara seu retorno à coordenação coletiva do Grupo de Trabalho (GT) Contra os Agrotóxicos e Transgênicos.

“É cada vez mais evidente a importância da ação imediata e contundente do GT contra os Agrotóxicos e Transgênicos, dada a aprovação do Projeto de Lei (PL) do Veneno no Senado”, relembra.

Fernanda ainda mantém sua atuação no GT Saúde, e permanece fazendo parte da equipe de diretoria, como conselheira fiscal. “Essa presença, minha e do Romier (vice-presidente atual) só reforça a perspectiva de afinidade que temos de uma gestão para outra”, conclui.

Confira os nomes das pessoas participantes da nova diretoria*

  • Presidente: José Nunes da Silva (UFRPE)
  • 1º Vice Nacional: Claúdia Job Schimitt (UFRRJ)
  • 2ª Vice Nacional: Natália Almeida Souza (FIOCRUZ)
  • 1º Secretário: Lívio Sergio Dias Claudino (UNIFESSPA)
  • 2ª Secretária: Gabriela Antonia da Costa Souza (ANA Amazônia/ SOS Amazônia)
  • 1ª Tesoureira: Livia Silva Santos (UFRGS)
  • 2º Tesoureiro: Amaury da Silva dos Santos (EMBRAPA)

ABA-Agroecologia nas regiões:

  • Vice-presidenta da Região Norte: Danielle Wagner Silva (UFOPA)
  • Vice-presidenta da Região Nordeste: Fernanda Amorim Souza (EMBRAPA)
  • Vice-presidenta da Região Centro-Oeste: Vania Costa Pimentel (IFB)
  • Vice-presidenta da Região Sul: Gabriela Schenato Bica (UFPR)
  • Vice-presidenta da Região Sudeste: Thaís Souza (UFSCAR)

Conselho Fiscal

Titular: Daniela Adil Oliveira de Almeida (AUÊ!/UFMG)
Titular: Paulo Frederico Petersen (ASPTA/ANA)
Titular: Jairã da Silva Santos Sampaio – GT Agroecologia Indígena da ANA
Suplente: Fernanda Savicki (FIOCRUZ)
Suplente: Romier da Paixão de Sousa (IFPA – PA)
Suplente: Laeticia Medeiros Jalil (UFRPE)

Para a nova gestão também se propôs um trabalho colegiado nas regiões, iniciando a experiência de nomeação de co-vices regionais. Embora ainda não seja estatutária, a ideia visa construir de forma mais coletiva as diferentes ações nas regionais, propondo maior dinamicidade aos processos da ABA.

Co-vice Nordeste: Ubiratan Santana (INCRA)
Co-vice Norte: Jucimara Santos (UEA/INPA)
Co-vice Sul: Letícia Falcão (FURG)
Co-vice Sudeste: Irene Cardoso (UFV)
Co-vice Centro-Oeste: Paula Lucio de Lima Santos (Central do Cerrado/COPA)

*Em breve os contatos dos integrantes serão atualizados no site da ABA.

Compartilha nas mídias:

Faça o seu comentário: